A Cidade dos Vampiros


    Mappa Civittate

    Compartilhe
    avatar
    Narrador
    Admin

    Mensagens : 36
    Data de inscrição : 13/02/2014

    Mappa Civittate

    Mensagem por Narrador em Dom Fev 16, 2014 7:29 pm



    De masticacione mortuorum in tumulus
    Michael Ranft, 1734


    Carthagian estava entre as inúmeras províncias que compôs o Império Austríaco, sendo a menor delas localizada no Arquiducado da Áutria e ganhou seu desenvolvimento ao longo dos anos. A sua economia foi inicialmente pastoril, com a população concentrada nos campos enquanto o centro era composto por uma elite magistrada da burguesia e nobreza. Com as revoluções correntes no século XVIII e XIX a região buscou seu desenvolvimento com as primeiras fábricas, investimentos de uma burguesia crescente que pouco a pouco foi tomando os campos e elevando a cidade.

    O DESENVOLVIMENTO SOCIAL E ECONÔMICO

    Carthagian desenvolveu-se de uma província pastoril para uma fortemente industrializada. As primeiras fábricas fora de algodão, seda e couro, e na segunda metade do século XVIII (aproximadamente 1770), caracterizado pelo forte salto tecnológico de transportes e máquinas, Carthagian inauguraria sua primeira linha férrea, servindo de transporte para fora da cidade com destino primário à Viena, e aos longos dos anos para outras cidades do Estado de St. Poltën e no século XX para cidades de Stiria. As locomotivas e trens à vapor foi de grande progresso à cidade, pois ajudaria ainda mais em seu desenvolvimento industrial.

    Evidentemente que as transformações econômicas com uma região anteriormente pastoril sofresse adaptações em seu social e cultural. As construções de duas grandes propriedades como Chateau St. Davie e Opernhaus Théâtre desencadeariam a construção de primeiras academias estudantis, mesmo porque a Europa estava meio ao movimento Iluminista e toda concepção de erudição para seus jovens para melhor qualificação das indústrias que cada vez mais ganhava espaço. A primeira Universidade foi inaugurada em 1862 com formação em Medicina, Direito, Engenharia, além de Filosofia e História. A Teologia seria restrita para a Academia Católica pela então Capela transformada em catedral St. Nicklaus, caracterizando o distrito leste da cidade como Bairro Diocesano.

    O comércio da cidade ao longo dos anos também se transformaria. Das pequenas feiras criadas para atender viajantes foram construídos os primeiros prédios comerciais como padarias, abatedouros para compra de carnes bovinas e suínas, lojas artesãos para produtos de couro e alfaiatarias para costuras, além de outros estabelecimentos comerciais como tabacaria, mercearia para venda sementes e trigo e muitas tabernas e tavernas. Com o crescimento das cidades, alguns comércios se tornaram registros históricos mantendo sua fachada original, outros foram derrubados e dando lugar a comércios mais requintados como grandes lojas e boutiques, grandes empresas comerciais e ou prédios de negócios que cresceram a cada ano transformando-se em verdadeiros arranha-céus.

    Mesmo nos períodos anterior e posterior às grandes guerras houve um crescimento acelerado da cidade, com diversas regiões sendo planadas para construção de novas indústrias como o parque industrial Savello Inc., aeroportos ligadas ao centro ferroviário da cidade, sendo necessária uma tomada considerável do Vale Verde, região florestal que cobre todo o oeste, um pequeno percentual sul. Uma política preservou acerca de 30% do seu tamanho em comparação ao que existia em 1850.


    A INFLUÊNCIA DA FAMÍLIA

    Analisando criteriosamente todo esse cenário não é difícil traçar uma linha imaginária dividindo Carthagian em dois contextos antagônicos tanto pela influência política quanto ao um objetivo administrativo comum. Evidentemente a Família tem sua grande parcela de responsabilidade quanto a isso. Os Strigoi, por seus Membros serem mais voltados à aristocracia e sua influência concentrar-se fortemente no campo político, seja na nobreza como na burguesia, assim como na Igreja – quando esta ainda exercia forte poder político na Europa até meados do século XIX. Os Vrykolakas, ainda que entregues à sua bestialidade, tem um papel de grande importância nesse contexto político e administrativo com sua concentração no interior e periferias da capital mantendo a segurança e contendo ameaças através de Bandos que formam um complexo e forte exército.

    Se um dia houvesse um embate concreto entre os Vrykolakas e Strigoi, quem ganharia essa guerra? Por mais que um exército e a força sejam fundamentais numa guerra, nada representa sem uma diplomacia e estratégia política de contenção na busca de um consenso que favoreça ambos os lados.

    Com a perda de poder da Igreja Católica e a crescente força Protestante dividindo o poder religioso, a Família sai de cena concentrando sua força na política mundana, sobretudo no contexto internacional. Primeiro através da política Imperialista, depois com a diplomática formada pela criação de blocos econômicos na Guerra Fria que se manteve mesmo após seu fim nos primeiros anos da década de 1990. A cidade sofreu seus baques com a Crise de 1929, a instabilidade político anterior e posterior a Segunda Guerra Mundial e as Coalizões políticas de modo instabilizar a política interna. Hoje, Carthagian é uma cidade próspera... com uma história sombria e misteriosa.

    A seguir, uma melhor orientação sobre os destinos da cidade com a divisão de bairros e distritos, localização das principais propriedades da cidade, posição dos principais Elísios e Casas das Linhagens e pontos de presença de vampiros.


    ELÍSIOS & CONVENÇÕES

    Os Elíseos são espaço geralmente controlado pelos vampiros, sendo também territórios neutros onde os combates e uso de suas habilidades são proibidas. Geralmente cada um deles possui aquele que zela pela repeito e neutralidade do local.

    ## CHATEAU ST. DAVIE ELYSIUM | Distrito Central
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Além das Convenções existentes, das Casas das Linhagens, o Châtèau St. Davie é o principal elisium da cidade dos vampiros, uma propriedade que pertenceu ao mais conceituado nobre de Carthagian e uma das mais antigas do atual distrito norte. Serviu de palco para grandes apresentações teatrais e tornando-se um espaço de eventos culturais após a destruição da Casa de Cultura Schewerin durante a Segunda Guerra Mundial. Trata-se de uma propriedade que oferece diversos espaços para diferentes eventos e manifestações culturais, com diversas e salões. Os menores salões são ideais para assembleias e convenções estudantis, políticas e empresarias, mantendo o mesmo requinte e luxo. O local é ainda um território neutro onde as Linhagens discutem todas as questões que regem a sociedade da Família, onde acontece as reuniões do Conselho, sendo propriamente a Corte. Enquanto dentro de um Elisium há a segurança, o respeito e a ordem, mesclados às intrigas e conspirações que corrompem essa sociedade de trevas. Gianlucca DeMarco é o Zelatore, o administrador do Elísio.
    Localização[/b], Distrito Central.

    ## CHATEAU KARL H. GÖTLIEB | Diretório Strigoi, Bairro Nobre
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Conde Götlieb destaca-se por ser o mais antigo nobre apossar-se daquelas terras, construindo um palacete que ao longo de duas gerações se transformara numa propriedade moderna quando comparada às outras que seguiram um estilo arquitetônico no período. Parte de sua estrutura foi destruída num incêndio, reconstruída já seguindo estilo diferente do original. Apenas quando houve uma restauração ainda antes da Segunda Guerra Mundial foi mantida o estilo, e na década de 60 os seus arredores ganharam uma beleza bucólica digna de uma nobreza eu lembrava o século XVI. A propriedade que um dia serviu de casa de veraneio para tantos nobres e elites aliados ao Sacro Império Romano-Germânico Habsburgo era agora a Convenção da Casta Strigoi.

    ## FORTE SCHLÖGEN | Covil Vrykolakas, Território Aberto do Vale Verde
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Comentários afirmam que a propriedade foi construída em meados do século XIII como estratégia de impedimentos de invasores ao império austríaco, em recomendação do próprio fundador da Casa Habsburgo; outros de que a fortaleza fora uma construção da Casa de Luxemburgo e construída enquanto frente ao Sacro Império Romano-Germânico. Histórias à parte é fato que a propriedade se encontra em ruínas, com diversas de suas estruturas demolidas pelo tempo e pelas guerras da qual enfrentou... e ainda contando muitas histórias de lutas com os Vrykolakas utilizando para seu Covil, desde quando um Forte ativo.

    ## UNIVERSIDADE DE CARTHAGIAN | Cúpula da Irmandade, Distrito Central
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Inaugurada em 1862 a Universidade de Carthagian ganhou seu espaço na cidade gradativamente, oferecendo formações mais qualificadas para a cidade que se industrializava progressivamente nos últimos anos. Ela seria um campus da cidade universitária de Viena, oferecendo cursos inicialmente de História, Filosofia, Geografia, Direito e Medicina, posteriormente de Engenharia em suas mãos diversas áreas e depois Comunicação por conta do crescimento da mídia. Hoje existem outros cursos como Geografia, Música e Artes, oferecendo ainda formação de mestrado e doutorado em diversas áreas, assim como inúmeros projetos de pesquisa financiada por diversas empresas da cidade.

    ## CAPELA SIPHRIAN | Templo Vlokoslak, Periferia
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Datando da Idade Média, a Capela Siphrian pode ser considerada a mais antiga propriedade de Carthagian, erguida para servir uma escassa camada camponesa e havendo um monastério isolado onde apenas os mais simples dos homens eram enviados para seguir o sacerdócio pela simplicidade do lugar. Com Carthagian tornando-se uma província no século XVIII com a chegada de Conde Karl Von Götlieb e construindo seu pequeno palácio no centro da província, houve uma maior mobilidade para o local, sobretudo com o processo industrial se iniciando. Um novo mosteiro foi criado e a Capela São Siphrian foi abandonada. Ao longo dos anos o local ganhou um ar tétrico, sendo uma fonte de histórias de horror pelo seu cenário sombrio. Em 1798 o cemitério próximo à Capela Siphrian serviu para enterros de indigentes, doentes, hereges suicidas e excomungados pela Igreja, sendo abandonado mesmo em 1931. Nenhuma obra é realizada no local devido às lendas de assombração e outros horrores, o que faz muitos evitarem passarem pelo lugar. A única obra feita foi a construção de um muro e portões pesados de grades que restringem o acesso de curiosos que apenas assistem criptas e seu mausoléu à distância, assim como sua Capela com a “tocha que nunca se apagou”. Entretanto, alguns góticos consideram o lugar um santuário.


    DISTRITOS DA CIDADE

    A cidade está dividia em cinco distritos distintos, caracterizados por suas principais atividades ou destaques como Elíseos e Convenções, mas também de organizações e acessos para vampiros e algos Normus em destaque.


    ## VALE VERDE | Distrito Leste
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    O Vale Verde é um grande marco da Província Carthagian, sendo que muito de seu território com o crescimento industrial e progresso urbano da cidade fosse perdido. Em 1850 cobria ainda 70% da cidade, sendo lar de camponeses e oferecendo matéria prima, sobretudo para produção de carvão para as fábricas. Com uma política estabelecida em 1954, 35% se mantém conservada, das quais menos de 10% é aberto ao púbico para trilhas, acampamentos e pesquisas de campo – uma vez que o local é cenário de muitas das lendas da região. Neste trecho são encontrados algumas propriedades datando século XVIII e XIX, antigas estradas reais que periodicamente são usadas por camponeses fora dos limites da cidade que produzem algodão e lã, assim como pequenas fábricas de tecelagem se mantém ativas.
    Embora parte do território seja restrito, muitos são aqueles que se aventuram na região atrás de vestígios e desvendar lendas que a região há muito alimenta nas histórias misteriosas da cidade. Rumores colocam a região habitada por lobos – o que é realmente comum – e lobisomens (verdadeiramente Lycans) e sobre uma antiga clareira existente nos confins do Vale Verde. Nesta clareira haveria um espaço onde haveria celebrado um sabá, expresso em muitas artes e desenhados em livros de contos literários, mas jamais visto de verdade – e parece que nunca será provado, por enquanto. Verdadeiramente existe uma linha divisória marcada pelas estradas reais o território que separa aqueles dos Lycans e dos Vampiros, mas isso é de total desconhecimento dos mortais – e apenas alguns camponeses dizem acreditar nisso e que isso foi estabelecido em 1735.

    ## CENTRO URBANO & COMERCIAL | Distrito Central
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    O distrito central é propriamente a zona metropolitana de Carthagian, separando o distrito nobre ao norte com a periferia ao sul, concentrando os grandes edifícios comerciais com escritórios de renomadas empresas internacionais, as grandes lojas de departamentos, prédios governamentais e toda uma caracterização dos centros urbanos modernos com suas tecnologias e movimento 24h. Esse desenvolvimento deu um salto nos anos 50 com forte auxílio do capital americano e com o estabelecimento de multinacionais. Antigos prédios foram demolidos ou reformados para modernização na cidade com seus arranha-céus. A principal avenida da cidade é a Condessa Fontenelle, uma das personalidades da cidade que muito incentivou nesse desenvolvimento e remodelação de Carthagian no pós-guerra. Outras avenidas secundárias são a C.Gaüb, levando ao “corredor” cultural da cidade, o Duque Greenberg, concedendo acesso às principais estações de transporte de Carthagian, e outras ruas, avenidas e rodovias que cortam a cidade em seus mais diferentes distritos.
    Cassino-Hotel Lurs
    Estação Central
    Hospital Central da Cidade
    Museu de História Natural e de Arte Moderna
    Opernhaus Theâtrè
    Parque da Cidade e Palácio de Cristais
    Universidade de Carthagian

    ## BAIRRO NOBRE | Distrito Norte
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    O Autuum Thorn Village é conhecido por preservar grandes construções históricas da cidade, como chateaus, palacetes do século XIX e mansões em início do século XX. Foi primeira região a ser ocupada, com Conde Götlieb ao conseguir as terras do então Ducado de Carthagian e construir o Chateau St. Davie. Depois dele, outras propriedades foram sendo construídas e tornando a região demasiadamente noblesse, sendo o distrito com forte presença de nobres e magistrados, posteriormente da nova casta de uma elite burguesa com construção de mansões e outras propriedades voltadas a esta nata. Muitas das mansões e chateaus da cidade estão localizadas nesta região, assim como condomínios fechados ou áreas particulares com forte esquema de segurança de patrulhamento. Não é preciso dizer que a segurança pública nesta área é mais reforçada.
    Na década de 70 um grande terreno foi aberto para novas construções, novas propriedades atendendo aos estilos variados daqueles que se estabeleciam em Carthagian: Garamond Village. Ao contrário do grande bloco noblesse onde as mais tradicionais famílias de cidades – das quais muitos detém títulos reais - o condomínio não possui acesso restrito para seu acesso, uma vez que cada propriedade são muradas e com seus seguranças particulares. Trata-se de uma região do vilarejo que mais abrigam executivos e celebridades da cidade, e suas propriedades fechadas garantem maior privacidade contra os terríveis paparazzi.
    Autuum Thorn Village (Vila Nobre)
    Garamond Village (Vila Elite)
    Villa Heathmoor

    ## INTERIOR & PERIFERIA | Distrito Sul
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Quando deu início ao processo industrial em Carthagian, demarcou distritos na cidade. Enquanto ao norte se concentrava os palacetes e grandes mansões, indústrias foram estabelecidas ao sul, onde também se concentrava a população camponesa e de baixa renda. Logicamente que o crescimento industrial na região promoveu certo crescimento, sobretudo de residências para a classe operárias. De barracos deram lugares a complexos industriais, e crescendo a mão-de-obra crescia o comércio e mais comércio exigia mais industrialização que passou exigir melhor infra-estrutura. Porém, uma melhoria na região que mais tarde seria colocada como periferia do centro comercial manteve seu visual underground e de pouco desenvolvimento quando em comparação ao centro comercial e distrito norte, mas tem sua importância para a cidade. O ambiente mantém um clima pesado com diversas gangues e comércios ilegais, perfeito para o trabalho da máfia com o contrabando de armas e drogas, além do mercado de prostituição. destaques:
    Casa da Madame Kelpie
    Comércios & Acessos
    Departamento de Polícia
    Parque Industrial Savello Inc. e Entreprise Corp.
    Quadra Underground (bares, clubes, tavernas, hotéis)

    ## BAIRRO DIOCESANO | Distrito Leste
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Dentre os bairros que divide a Carthagian, o Bairro Eclesiástico se destaca por sua peculiaridade e por criar um bairro dentro de um bairro ao leste do centro da província com o Arco Diocesano marcando sua delimitação. A sua estruturação foi gradual ao longo de um pouco mais de um século, sendo uma das principais responsáveis pelo crescimento da cidade com a construção da capela St. Nicklaus que, ao longo do tempo, deixaria de ser uma capela para ser uma catedral mediana para realizações de missas e outras celebrações cristãs tradicionais da Igreja. A arquitetura tem marcos do estilo gótico, sendo o prédio central ao fundo da larga rua do pequeno bairro e com todas outras propriedades integrantes à Diocese que foram sendo construídos anos mais tarde e atendendo um estilo próximo. Destaques:
    Catedral St. Nicklaus
    Casa de Freiras do Imaculado Coração
    Cemitério e Masuoléu Simms
    Mosteiro Franciscano
    Residências Diocesanas

      Data/hora atual: Qui Jun 22, 2017 10:56 pm